Dicas para aumentar sua conectividade no LinkedIn

Como usar o LinkedIn para aproveitar mais e aumentar sua rede de contatos


Você já criou um perfil nota 10, colocou sua foto de terno com cara de chefe e convenceu seus colegas a te endossarem e recomendarem. Agora é hora de usar e expandir sua rede de contatos do LinkedIn e usá-la para conseguir novas oportunidades. 


Dicas para tirar muito proveito do LinkedIn - parte I: Perfil
  1. Adicione contatos: Se você ainda não o fez, adicione o máximo de pessoas que já passou por sua vida profissional, seja ex-colegas de universidade, pós-graduação, cursos de aperfeiçoamento e idiomas e colegas e ex-colegas de trabalho. Ao contrário do Facebook, onde as pessoas geralmente adicionam somente pessoas com quem tem afinidade, no LinkedIn, quanto mais melhor, porque quando você adiciona um contato você já tem acesso à rede de contatos desta pessoa aumentando substancialmente sua própria rede.
  2. Adicione grupos: Procure grupos que tenham a ver com sua área e interesses profissionais. Alguns grupos divulgam várias vagas de emprego enquanto outros são mais focados em discussões sobre temas específicos focando o desenvolvimento profissional. Estes costumam organizar palestras e eventos, mais uma oportunidade para networking. Você pode selecionar os grupos que você participa que aparecem no seu perfil. Minha sugestão é que você escolha os 6, 7 mais relevantes para serem visualizados por seus contatos, assim você mostra mais sobre os seus interesses sem parecer desfocados. Se você está empregado e buscando novas oportunidades, oculte os grupos de vagas de emprego.
  3. Procure empregos: O LinkedIn é a plataforma preferida de vários recrutadores para a divulgação de vagas. Com várias opções de busca, você pode selecionar o tipo de posição, a localização, a indústria e empresas que está buscando. Ao decidir se candidatar para uma vaga pelo LinkedIn, você tem a opção de enviar somente seu perfil ou de anexar seu CV e/ou cover letter. Minha sugestão é adicionar pelo menos o CV.
  4. Contacte pessoas relevantes às suas posições de interesse: Algumas posições divulgam a pessoa que a postou. Se a pessoa faz parte do seu círculo, mande uma mensagem dizendo que você está interessado na vaga, que você tem as experiências e qualificações x, y z requeridas pela vaga e peça para conversar com a pessoa sobre a posição (Sim, tente marcar uma conversa por telefone para você conversar sobre a posição e a empresa. É uma ótima oportunidade de mostrar que o seu perfil está alinhado com as exigências da empresa e conseguir uma entrevista). No Brasil não é tão comum pedir para conversar com uma pessoa que você não conhece, mas nos EUA é super comum e as pessoas são bem abertas a isso. Aqui, a maioria das pessoas que responde pede somente o CV por e-mail, mas alguns aceitam conversar e estas conversas geralmente abrem boas portas.
  5. Adicione pessoas relevantes: Se você não é conectado diretamente com a pessoa que postou a vaga ou se você está interessado em uma empresa específica e não tem contato lá, adicione pessoas que estão fora do seu círculo e podem vir a te ajudar. Mas não usem a mensagem padrão do LinkedIn quando for adicionar alguém que você não conhece ou há grandes chances de você não ser aceito. Envie uma mensagem breve e objetiva dizendo que você gostaria de saber mais sobre a empresa x ou sobre a posição y e você quer se conectar para discutir futuras oportunidades. Se vocês têm contatos em comum (conexão de 2o grau), vale mencionar a(s) pessoa(s). Depois que você for aceito, envie uma mensagem como a descrita no item 4.
  6. Use seus contatos para aumentar sua rede: Peça seus contatos para te apresentarem para pessoas que te interessam pelo LinkedIn (existe uma funcionalidade para pedir uma apresentação, mas eu gosto de mandar um e-mail para a pessoa explicando porque eu preciso deste contato antes de usar a funcionalidade). Vamos supor que você quer trabalhar em marketing na P&G. Fazendo uma busca simples no LinkedIn você descobre rapidamente quem é o gerente ou diretor de marketing e também descobre se vocês têm contatos em comum. Mesmo que não haja vagas no site da empresa, é muito válido você tentar contactar pessoas que trabalhem em áreas/empresas que te interessem porque a maioria das vagas nem são anunciadas externamente, são preenchidas por indicação mesmo. 
O LinkedIn é a ferramenta que eu mais uso para me conectar com pessoas e me candidatar a vagas de emprego. Se tiverem dúvidas em algum item, ou se acharem que ficou faltando algum tópico, por favor, me avisem! 

No próximo post eu irei falar sobre o LinkedIn Premium (que você paga uma assinatura e tem acesso a mais funcionalidades).

Aguardo comentários!

Texto escrito por Exec

2 comentários :

  1. O que você pensa sobre oferecer recompensa por uma indicação de emprego? Vi na internet que algumas empresas recompensam com dinheiro funcionários que indicam uma pessoa para uma vaga em aberto. Mas só há recompensa se o indicado for contratado. Será que uma pessoa que procura emprego pode oferecer uma recompensa para receber indicações de emprego? Será que uma boa recompensa pode motivar pessoas conhecidas e desconhecidas a indicar vagas ou isto pode estragar a imagem de um profissional que oferece o dinheiro ?

    ResponderExcluir